Category Archives: sobre cidades e áreas urbanas

Sessão de lançamento da terceira edição da scopio Magazine: agradecimentos

A scopio Magazine agradece a todos os presentes na sessão de lançamento da sua terceira edição, ocorrida na passada sexta-feira, em particular aos professores convidados presentes na mesa: José Miguel Rodrigues, Vítor Silva e Álvaro Domingues. A sessão de lançamento foi um sucesso e a scopio Magazine encontrar-se-á disponível no nosso website (http://www.scopiomagazine.com) durante o dia de hoje, para aquisição.

Lançamento do terceiro número da publicação scopio Magazine

A scopio Magazine e a Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto (FAUP) têm o prazer de o/a convidar para uma sessão especial de lançamento do terceiro número desta publicação: scopio aboveground territory com edição especial addendum photobook – madeira.

Após a abertura a cargo do prof. Carlos Guimarães (Arquitecto, FAUP), director da FAUP, a sessão será presidida por Pedro Leão Neto (Arquitecto, FAUP), director da scopio Magazine, e contará com a presença de dois autores convidados: Vitor Silva (Pintor, FAUP) e Álvaro Domingues (Geógrafo, FAUP).

Num primeiro momento, Pedro Leão Neto explicará o tema geral do próximo ciclo da scopio Magazine – Crossing Borders and Shifting Boundaries – e anunciará o vencedor e menções honrosas do concurso internacional de fotografia aboveground territory, bem como os próximos concursos: “scopio international Photography Contest” e “cityscopio international Photobook Contest”.

Num segundo momento, Vitor Silva, responsável pela unidade curricular de Desenho 2 na FAUP e um dos editores da revista sobre desenho e imagem PSIAX fará uma apresentação geral da scopio Magazine que neste 3º número completa o seu primeiro ciclo dedicado ao tema geral Aboveground desenvolvido para as três classes Architecture, City e Territory.

Num terceiro momento, Álvaro Domingues, responsável pela unidade curricular de Geografia na FAUP e autor do artigo Territory na secção Review da scopio aboveground territory falará sobre a o território e a sua relação com a imagem, tendo como referência os seus diversos trabalhos e publicações sobre a transformação da paisagem portuguesa como é exemplo a sua recente obra Vida no Campo, publicada pela Dafne Editora.

O terceiro momento será o debate aberto ao público e a sessão terminará com um Porto de Honra – Niepoort.

SCOPIO é uma linha editorial ligada à Fotografia e Imagem de Arquitectura, Cidade e Território, que teve como fonte de inspiração as publicações alternativas bookzines e zines, e onde a imagem de fotografia é utilizada como um instrumento de investigação com o intuito de comunicar novas perspectivas sobre o espaço de cidade (http://www.scopiomagazine.com).

Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto
Via Panorâmica S/N. 4150-755 Porto. http://www.arq.up.pt  | +351 22 605 71 00

Centro de Estudos de Arquitectura e Urbanismo (http://www.ceau.arq.up.pt)

Centro de Comunicação e Representação Espacial (http://www.ceau.arq.up.pt/grupo.asp?id=2)

Scopio Network: Plataforma independente interligando o grupo de investigação CCRE-FAUP, scopio Magazine e Cityscopio Associação Cultural (http://www.scopiomagazine.com)

6a Sessão C.F.M. – D.T.W. : Helder Sousa, Álvaro Domingues e Pedro Bandeira

O CCRE – Centro de Comunicação e Representação Espacial da Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto, em parceria com o grupo de investigação Espaço F-FAUP e CITYSCOPIO Associação Cultural, realizam, no próximo dia 16 de Maio de 2013, das 18:30 às 20h, na Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto, a sexta sessão do Ciclo de Conferências C.F.M. + D.T.W., moderada por Pedro Neto, que conta com a participação de Helder Sousa, Álvaro Domingues e Pedro Bandeira.

Helder Sousa apresentará o projecto fotográfico “Unfinished Projects”.

“Valongo é um concelho periférico da Área Metropolitana do Porto. O seu rápido desenvolvimento ocorrido nos últimos 20 anos deu origem a um fenómeno que se encontra um pouco por todo o concelho. Assim como em tantos outros concelhos periféricos foram construídos edifícios de habitação que visavam acolher novos moradores e os trabalhadores da grande cidade. Publicitava-se uma melhor qualidade de vida, com espaços verdes e maior tranquilidade a preços convidativos e com boas acessibilidades. Tinha-se construído uma autoestrada e modernizado a linha de caminho-de-ferro. Neste clima de expectativas positivas, a planificação urbana do concelho correspondeu com a classificação de elevadas quantidades de solo a urbanizar.
O ciclo imobiliário rapidamente se inverteu, deixando sem procura a “sobre construção” do período da euforia. Em várias freguesias do Concelho encontram-se diferentes edifícios de habitação que nunca foram acabados. Neste contexto, Unfinished Projects é um projeto de fotografia documental que pretende documentar esta realidade que faz parte da paisagem urbana deste concelho há mais de 10 anos. Existem e coabitam no mesmo espaço, edifícios habitados e inacabados, compondo uma paisagem entre a disfunção e a “predação”; uma espécie de ecossistema do abandono onde a natureza rapidamente se insinua com espécies infestantes na linha da frente. Unfinished Projects opera como uma metáfora da crise económica contemporânea.” (Helder Sousa)

Sessão aberta ao público.

Collateral Landscape

Big Eye Kabul
Published by Endless Delight Publishing
Introduction by Joseph Grima

Antonio Ottomanelli é um interessante fotógrafo e arquitecto, cuja obra de fotografia revela uma exploração significativa e um grande interesse sobre a disciplina e prática da arquitectura entendida como um disciplina abrangente capaz operar nos sistemas económico, social, técnico e histórico.

A imagem de fotografia e vídeo é assim utilizada por esse autor como um instrumento crítico para (re)descobrir a realidade dos espaços e trazer uma nova luz para os  problemas sociais e urbanas de certas zonas, não só na Europa, como em diversas outras regiõe do mundo, como por exemplo no médio oriente.

Os trabalhos de Ottomanellif relacionam-se facilmente com as temáticas do próximo ciclo da scopio Magazine – CROSSING BORDERS AND SHIFTING BOUNDARIES | ATRAVESSANDO FRONTEIRAS E MOVENDO LIMITES e abordam de forma crítica e poética, através da imagem e fotografia, as questões da guerra e impacto em diversas populações, falando da paisagem urbana  e arquitectura e da sua transformação na reconstrução de zonas críticas em diversas partes do mundo.

Ottomanelli foi um dos artistas convidaos para a Bienal de Design em Istambul em 2012, cujo curador foi Joseph Grima, que também apoiou o projecto COLLATERAL LANDSCAPE , um trabalho de investigação e fotografia cativante, cujo objectivo é o de testar as relações entre identidade e crise através da arquitectura e paisagem urbana.

Pedro Leão Neto

 

CITYSCOPIO | ESPAÇO F-FAUP INTERNATIONAL PHOTOGRAPHY NARRATIVE CONTEST official results

The organization of this competition would like to thank all the participants, voters and jury members for all the feedback received during this competition. We are now glad to publicly announce the official results, which can be seen at the competition website:

http://www.gallery.narrativecontest.cityscopio.com

1. PUBLIC Winner and honorable mentions

By 28th February 2013, 18PM (Lisbon time) we had registered 564 votes on the “Urban Reflections” project by Raquel Nunes, Sacha Mendozza, Victoria Burgos, followed by “Intersections” by Jacopo Feslikenian with 249 votes and “When I blink my eyes I see the world twice” by Bruno Carnide and Cátia Biscaia with 195 votes. These were declared, respectively, the winner and the honorable mentions. Congratulations!

2. JURY Winner and honorable mentions

After a series of discussions between the jury members, it was decided to award the first prize to the project “Intermission” by Cláudio Reis (which received the majority of votes) and two honorable mentions to the projects “Industrial Symphony” by Nelson Miranda and “When I blink my eyes I see the world twice” by Bruno Carnide and Cátia Biscaia.

Jury comments were summarized as follows:

“Industrial Symphony” was considering a strong and well realised work, both aesthetically and content wise. The project of an abandoned factory was intriguing and presented a good balance between technique and content. However, it was appointed that, despite the good work and the conjuring of “a bit of a mood”, the pictures could be better arranged to create a narrative out of the space that was photographed – in the manner of a symphony. The first photograph was advised to be removed from the series.

“Intermission” series was considered to have five very strong images (1,7,8,9,12) and recommendations were made for the author to focus on that ones, amending the editing. It was also stated that photography could not be judged by separating techinque and context but by merging them together. “Intermission” was considered the best photographic work presented to this competition, with good technical and artistic quality, although with a somehow tenuous idea of “narrative”.

“When I blink my eyes II see the world twice” was considered to have a good concept behind it.”.

We would like to congratulate the winners and honorable mentions from both jury and public awards.

For all those that have not been awarded in this competition, we thank you for your participation and efforts.

CITYSCOPIO | ESPAÇO F-FAUP INTERNATIONAL PHOTOGRAPHY NARRATIVE CONTEST organization.

SCOPIO Contests

A SCOPIO Magazine (http://www.scopiomagazine.com) possui agora uma galeria dedicada para exposição dos melhores trabalhos submetidos aos seus concursos de fotografia. Visitem em: http://cargocollective.com/scopio !